Terráqueos

Bom pessoas, sei que faz tempo que não posto e também não quero enrolar muito vocês.

Postarei agora um link do filme Terráqueos (Earthlings), bem aqui.

AVISO!

O filme tem 1h36min, ou seja, tem que ter paciência e o mais importante, tem que ser MUUUUUITO forte, porque o documentário é realmente muito pesado.

Linhas para um cão leal – Hachiko

Sim, estou há meses sem postar nada, e eu realmente não escrevi muito (aliás, não escrevi quase nada), além de que esse assunto pode parecer pura bobagem para muitos, mas quem realmente gosta de animais entenderá.

Linhas para um cão leal – Hachiko

Não é segredo a ninguem minha paixão por animais. Vi no filme “Sem ao seu lado” (Hachiko: A Dog’s Story) a história deste cão. O dono dele morreu e por 10 anos o animal ficou esperando a volta do mesmo na estação de trens Shibuya, em Tóquio, sempre no mesmo lugar.
A história aconteceu entre 1923 e 1935 (idade do cão). O então professor do departamento de Agricultura da Universidade de Tóquio, Hidesaburõ Ueno, encontrou Hachiko e em 1924 o levou para a cidade. Continue

Poema #01

Ando meio sumido do blog, eu sei.

Mas é porque minha vida anda muito corrida. Saio todo dia 6:30 de casa e volto as 23:00, se eu tiver sorte.

Estou sem tempo para nada, e a grande verdade é que eu também estou sem criatividade.

Para não passar em branco, deixarei aqui um poema que eu considero um dos melhores já lidos. Tentarei manter este “quadro”, de sempre que puder, deixar um poema que eu particularmente acho/achei bom. E prometo que farei o possível para voltar logo, pois tenho um assunto em especial que quero escrever. Espero que gostem.

Bom, aqui vai:

“A Dança” de Pablo Neruda Leia

701

Bom, vou falar sobre uma das coisas que eu mais gosto de falar, e particularmente acho que é meu melhor(pelo menos assim espero). Vamos criticar, vamos criticar tudo.

Sociedade

Me enoja saber que na sociedade em que vivo, quem prevalece é o que já tem mais do que o necessário, ao invés do que realmente precisa. Leia

Sistema Capitalista

Viva la Revolución
Forfun

Tranquilão na minha
Apreciando a paisagem,
Ilusão de paz,
Que não satisfaz,
Consumismo, prepotência
Só filha da puta
Alienação
É o que vende na televisão
Enquanto os flashes miram
A coluna social
O menor no sinal
É filho de um sistema desigual

Nasce de você a revolução
Sufocada atrás da inércia
Amplifique a forma de pensar

Palmas pra você
Que ainda acredita na vitória
E os que são de paz
Não desiste dos seus ideais
Ser bem sucedido
Não é ter um Audi A3
É ter lucidez
E não se entregar a estupidez

Nasce de você a revolução
Sufocada atrás da inércia
Amplifique a forma de pensar

Nasce de você a revolução,
Sufocada atrás da inércia
Sem limites faça a expansão
E amplie a sua visão.

É com essa letra que eu começo meu post. Pare de ser preguiçoso, clique aqui e leia.

Natal

Natal

Ok, todos comemoramos o natal, é uma data linda e maravilhosa e comemos perus até não querermos mais. Mas será que nós merecemos comemorá-lo?

Mas como assim, se eu não fui um bom menino, então não posso comer peru?

Se você for um menino mal, você vai para o inferno, mas não é isso que quero dizer. Indigentes comendo restos de comida que nem mesmo os cachorros tem coragem de tentar, desigualdade social onde 500 famílias – cerca de 0,00026% controlam metade do PIB nacional (segundo Leonardo, O professor), setores que deveriam ser os pilares de uma nação se vendendo por tão pouco, indivíduos que deveriam fazer o bem, estão causando o mal. Estes são apenas alguns argumentos para minha tese. Continue