Perda de tempo

Por que as pessoas se preocupam com futilidades?

Falas de Deus/deuses/deus?

Também. Ultimamente tem me abatido um estado de questionamento de tudo e todos (um estado maior do que o natural). Venho pensando: “Por que Deus/deuses/deus é tão importante?”

Religião vem do latim religio, o qual, dentre outros significados, significa “religar”. Religar…eis a futilidade. Por que nós deveríamos nos religarmos? Qual seria o sentido? As pessoas procuram uma felicidade em coisas que não fazem o menor sentido, em coisas que são puro placebo. Afinal: para que entrar em contato com deus/Deus/deuses? O que você falaria para tal?

“Ó senhor, ajude-me a ultrapassar por tais sofrimentos! *choro-choro-choro-choro…*”

Nietzsche diz que devemos ser como árvores: para sermos grandes, altivos e poderosas, precisamos ter um caule mais fundo no chão, para que tal possa nos sustentar. O que podemos entender de tal metáfora? Para subirmos, precisamos descer! Para descer, precisamos sofrer, conhecer o mal, o lado sombrio de tudo.

CRISTÃOS! CONHECEIS OS ENSINAMENTOS DO SATANISMO OU DO LUCIFERIANISMO?

Não, vocês não conhecem! Julgam conhecer, julgam muito! O que vocês conhecem é a versão da bíblia onde diz que Lúcifer é malvado e que tal fá-lo-á sofrer eternidades num lugar onde o fogo nunca cessa. O luciferianismo vê Lúcifer como uma fonte de saber e felicidade, assim como vocês vêem seu Deus/deuses/deus como fonte de saber e felicidade.

Estranho…

Errado! Comum, digo eu! Em tal religião, Lúcifer = Deus/deus/deuses! Nada mudou; é como trocar seis por meia dúzia.

Agora eu repito a pergunta: para que precisamos nos religar?

O ser humano possui um instinto de querer conhecer aquilo que não conhece – até o ser mais ignóbil deseja tal -, por causa disso, ele deseja saber de onde veio. Ora essa, mas ele não tem estudo! Não tem vontade de ler! Então qual o meio mais fácil para ele? Ouvir ao padre/pastor/rabino/diabo a quatro. Ele não vê a senda escondida pela sujeira de seu niilismo, ele vai pela de mais fácil acesso, onde ele pode louvar deus/Deus/deuses e pagar seu dízimo e comer seu pão com vinho de boa – pelo menos ali ele come.

Pelo que se pode entender, a falta do niilismo leva ao niilismo. Mas isso é apenas um dos casos: há os que foram criados dentro da igreja e vão por obrigação (senão fica sem internet); há os que, porque sofrem, procuram uma bengala para se apoiar – tornam-se velhacos antes do corpo -; há os que acreditam em deus/Deus/deuses por senso comum (“ah, meu, tipo assim…precisa ter algo que rege o universo, né ow?!?!”); há os que são como o Cure: acreditam em Deus porque não conseguem destruir a lógica de uma das várias religiões (espiritismo), mas mesmo assim não vai à igrejas e afins; etc..

Quero me focar no caso do Cure! Isso mesmo, quero falar sobre a visão religiosa dele (um espírita-agnóstico, segundo o próprio) e de todos aqueles que seguem tal estereótipo.

Ao ver o meu caro amigo quebrando a cabeça para achar um ponto fraco em Kardec, lembro-me dos professores de matemática e física com suas brincadeiras, onde “provam” que um é um igual à dois. Para quem não conhece o truque, é sempre um desafio descobrir como tal chegou nesse resultado! Afinal, tudo ali parece certo, tudo parece em ordem e ele fez passo-a-passo.

Desisto, fêssor!

A diferença é que o Cure não desistiu 🙂 Na realidade, nem poderia desistir; muitas vezes coisas ilógicas acontecem e acabam por ter lógica, mas nem por isso quer dizer que seja certo. Não é muito fácil criar um mundo alternativo onde se tenha pensado em todas as possibilidades e que se tenha uma resposta para cada uma delas, mas também não é impossível! As vezes o que o Cure acredita tem lógica, mas nem por isso quer dizer que seja real, um exemplo disso seria o livro “Admirável Mundo Novo”. Aldous Huxley dá uma explicação para como se tira de um só óvulo, mais de quinze mil de humanos. Existe lógica no que ele fala! Mas é real? Não. Pode vir a ser real? Não sei do futuro, mas tudo mostra que também não (:

Nem tudo que há lógica, há realidade.

_

É como o Rico disse em seu último post no Inversismo, é muito mais difícil tirar o cristianismo de você do que parece.

Não me considero um ser que conseguiu retirar tudo o que há da moral judaico-cristã dentro de mim, apenas procuro tirar, afinal, não é algo que me interesse mais, não preciso e não quero mais carregar tais valores comigo, quero liberdade, quero criar os meus valores e que eles sejam feitos de modo a me proporcionar um prazer que nunca tive em nenhuma religião.

Felipe, esse prazer é deus/Deus/deuses

Dê o nome que quiseres, eu o chamo de liberdade.

_

As vezes as pessoas pensam estar saindo de suas gaiolas, quando na verdade estão aumentando-na e se afastando mais ainda da chave de tal. Há os que acham que encontraram suas chaves e estão livres na glória e redenção de Jesus. Ouso dizer que se eles acharam a chave, eles continuarão a achar outras chaves! Mas todas levá-los-ão a uma gaiola maior ainda, uma gaiola sem fim.

_

Perda de tempo, nada além de perda de tempo! Não há um porquê de querer se religar àlgo que não vale a pena. O desejo da caçada é sempre maior que a plenitude de ter conseguido a caça. Mudemos nossa caça! Que nós sejamos nossa caça, afinal, quando conseguiremos nos pegar? Quando conseguiremos nos superar? Simples, quando vencermos o niilismo.

Deuses não merecem ser nossos alvos.

_

Felipe, quanta falta de respeito! Ainda arrepender-se-á de vossas palavras. Mas saiba que Deus te ama.

Deus também ama as crianças que foram mortas por Wellington. Também ama o Wellington.

Não preciso de um Deus que não saiba dançar.

_

Trilha sonora do dia:

_

Citação do dia:

“Não tema deus,
Não se preocupe com a morte
O que é bom é fácil de ter, e
O que é terrível é fácil aguentar.”

Epicuro de Samos

3 thoughts on “Perda de tempo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s