Amar-te é o bastante.

Quando te amo, elevo-me a Deus.
O que há de mais sublime?
Caso exista, são os sorrisos teus,
Que me dizem: estamos no mesmo time!

Somos companheiros, parceiros de vida(!),
Dizem-me teus abraços.
Estarei sempre contigo, minha querida(!),
Falas tu ao me envolver em teus braços.

Quando minhas pálpebras se fecham,
Deixo-te me amar sem resistência.
Só duas pessoas que assim se elevam,
Compreendem o amor, vital essência.

A emoção que faz brilhar teus olhos,
É a mesma que me faz palpitar.
Meus sofrimentos encontram-se mortos,
Pois basta-me te amar.

Alcançamos do prazer o suprassumo.
Na loucura do amor nos completamos.
Ainda assim quero mais, assumo.
Quero-o todos os dias. E é assim que nos amamos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s