Pensamentos aleatórios #51

Apenas para fazer o Felipe rir:

NOSSA OLHA QUE CACHORRO BONITO!

“Pelos Irlandeses em fúria”

Estava com vontade de escrever algo que não para o desafio, então enquanto escrevo sobre o que o Felipe sugestionou sofro pra engolir saliva (dor de garganta) e sofro para tomar o café (muito amargo), ontem a lista de aprovados da usp foi liberada e Eu, como bom familiar que sou, fui acompanhar meu estimado irmão para confirmar sua entrada na distinta faculdade do Estado de São Paulo.

Já não tinha dormido de manhã, estava fazendo uns 20 graus; confusamente queria fazer um exercício que envolvia matemática; fomos acompanhados por uma loira que é amiga do meu irmão e chegamos 8:45 na frente do portão.

USP 2011

O portão estava cheio de pessoas instáveis, como zumbis atrás de seu próximo almoço, metros atrás da parede.

(Atente para algo, filhote: O vestibulando nesse dia vive numa função em forma de senóide: Acha que não vai passar, acha que vai passar, acha que não vai passar e repete até ver ou não seu nome na lista).

Seu pesadelo, fale a verdade.

Depois de liberados ás 10 horas os estudantes do cursinho X. são novamente barrados afrente da escada por que precisam ‘colar’ as listas na parede da sala do andar seguinte (leia-se, tirar fotos da multidão para mandar para o departamento de marketing), nesse instante muitas coisas que eu odeio acontecem ao mesmo tempo e eu desejo  ter uma magnum .44 em mãos:

  1. Gritos.
  2. Multidões.
  3. Bagunça.
  4. Pessoas fingindo que a funcionária que estava impedindo a subida dos alunos pela escada deu liberdade para subir e quem está atrás e não vê nada empurra seus vizinhos.
  5. Choro.
  6. Calor.

Pelos motivo supracitado todas as coisas que Eu odeio acima estavam elavadas a enésima potência entre todas as coisas que Eu odeio estão a bagunça e a gritaria.

Eu não gosto de gritaria, eu odeio quem grita sem motivo.

Eu odeio quem bagunça e fica na minha frente enquanto eu tento ler o panfleto colado no mural, eu odeio quem ‘ameaça’ a funcionária, quem grita para ‘ir logo,porra’, mas divago.

As pessoas podem perder a racionalidade quando vão ‘decidir sua vida’ (na verdade já tinham decidido no curso de um ano, mas quem que liga para isso não?).

E então veio a parte mais interessante: Liberaram a escada, todos correndo como loucos (seja por vontade de ver seus nomes seja para não serem pisoteados); alguns choram, outros riem, outros riem e choram.

No próximo ano verei isso denovo, enquanto isso eu crio vontade para ignorar a vontade de fazer um exercício de matemática ou tentar aprender cálculo 1.

One thought on “Pensamentos aleatórios #51

  1. É algo impulsivo demais eu rir de “Pelos Irlandeses em fúria”. Eu fico imaginando vários irlandeses correndo pelas ruas, com suas saias e suas gaitas de fole. Riso é iminente.

    E eu amo matemática 😀 Considero-a a ciência mais pura e bela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s