Datena e sua Vilânia Cristã

Não é preciso muito esforço para que se demonstra o quanto abomino um certo tipo de ateísmo: aquele militante, que quer profetizar em nome do ateísmo; não desejo profetas de outro tipo, não desejo sacerdotes da ciência. E este texto não é um texto de militância, de mais uma “luta contra a irracionalidade da fé”. É verdade que não acredito na fé, mas muito menos acredito na razão. Ainda sim, parece-me evidentemente válido protestar contra os que, de uma maneira baixa e ignóbil, tentam espalhar por aí pensamentos torpes acerca do ateísmo. Nossa sociedade, exacerbadamente cristã (e hipócrita já que o amor e a compaixão cristã se fundamentam na violência, na ameaça e no terror), insiste em cometer erros crassos, em tirar conclusões precipitadas e em mergulhar-se em preconceitos acerca do que viria a ser o pensamento ateísta. E gostaria de falar, em especial, de um represetantate desse grupo – patético – de cristãos.

É sabido que Datena tornou-se alvo de processos por parte de ateus inconformados com sua desinformação e preconceito. Mas o que exatamente o apresentador Datena fez de tão abominável, a ponto de despertar a revolta dos descrentes? Ora, como todo bom cristão que se lambuza de mentiras, ele constantemente relaciona ateísmo com criminalidade; imoralidade com descrença; para ele, ser ateu é ser assaltante, assassino, estuprador etc. Para ele, se alguém mata ou estupra, é por que “falta Deus no coração”,  é por que “esse monstro deve ser ateu”; certamente que nosso caro apresentador não se deu o trabalho de fazer um levantamento estatístico sobre a religiosidade – ou ausência dela – da nossa população carcerária. Uma atitude já esperada do tipo de cristão que Datena representa.

O mais constrangedor é que Datena, por ser apresentador, é uma figura pública de grande relevância para a formação intelectual da população. Muitos o assistem e o levam a sério, ou seja, acreditam naquilo que ele diz, afinal, ele é um formador de opinião. A consequência disso é que um pensamento equivocado acerca do ateísmo enraize-se com mais força em nossa sociedade já muito preconceituosa em relação ao ateísmo.  Datena deveria ter a ideia de que seus pensamentos torpes pesarão na postura da população frente ao ateísmo (é claro que para ele, tudo o que pensa é verdade, e que ateus, nesse caso, são realmente perigosos). E mais, deveria ele ter guardado para si seus desvarios religiosos, afinal, ele é um apresentador de telejornal, não um pastor “porra-louca” de qualquer igrejinha evangélica.

O cristianismo tratou – e, contrariando ao cristão politicamente correto, “humanista” – de tornar o ateu um monstro. A Bíblia mesmo não cessa de nos mostrar como o cristianismo se esforçou em dar cabo do ateísmo, ligando-o ao mal, ao grotesco, à imoralidade etc. Não é preciso muito esforço exegético para chegarmos a mesma conclusão – isso, é claro, se lermos as escrituras sagradas com devida atenção. Datena, enquanto pessoa pública, é a expressão mais viva do cristão baixo, mesquinho, que leva mais a sério o cristianismo, e que por isso mesmo, é mais estúpido, tolo e torpe. Não espero, certamente, que ateus peguem em espadas, vistam armaduras, e saiam à lutra contra o cristianismo – nada mais repulsivo que um ateu dogmático, que quer disputar com a religião o trono (nada digno) da verdade. Espero, sim, uma postura altiva por parte dos ateus que, sendo vítimas de tal injustiça, façam questão de demonstrar que todas as acusações contra nós não passam de falácias, de equívocos ocasionados pela fé cega do tipo cristão.

7 thoughts on “Datena e sua Vilânia Cristã

  1. Rico, aparentemente algo no seu discurso não bate.
    Aqui:
    “A Bíblia mesmo não cessa de nos mostrar como o cristianismo se esforçou em dar cabo do ateísmo[…]”

    A bíblia nunca usa a palavra ‘Ateu’, por que este termo foi inventado muito depois, C.A. séc XVIII.
    ‘Descrente’, na melhor das hipóteses deve se relacionar a outros grupos como os Pagãos ou Judeus ou Islãmicos.
    Inclusive, um Adendo:
    A maioria das pessoas costuma criticar a bíblia sem levar em conta os concílios que excluíram trechos da bíblia, as traduções porcas (Maria, a Pura se tornou Maria, a Virgem) e geralmente manipuladoras que são feitas por grupos específicos para adaptar a bíblia ao que este acredita (Necromante vira Espírita, por exemplo).

    Nada contra seu Ateísmo, apenas corrigindo algumas passagens.

  2. A palavra ateísmo não aparece na Bíblia, é verdade, mas aparece sim, outros termos relacionados à descrença que não se limitam apenas aos pagãos ou crentes de outras religiões, já que muitas dessas passagens são gerais, e não específicas. Não é preciso citar aqui os diversos trechos onde Deus condena ao sofrimento eterno aqueles que Nele não creem. E a partir do momento que se diz condenar aqueles que nele não crrem, os ateus também contam aí.

    Você diz “‘Descrente’, na melhor das hipóteses deve se relacionar a outros grupos como os Pagãos ou Judeus ou Islãmicos.”, e por que isso não valeria para os ateus? Se Deus diz que quem nele não crer arderá no fogo eterno, os ateus, por lógica, estão inclusos no pacote.

    A Bíblia é clara quanto a isso: a partir do momento que você não crê no Deus bíblico (independentemente de você ser um ateu ou compartilhar outros dogmas religiosos), você será castigado, sofrerá a ira divina e blá, blá, blá.

    Se um crente te diz que você queimará no inferno por ser ateu, ele não está sendo fanático, está, tão-somente, repetindo aquilo que está escrito na Bíblia.

    • Rico, se eu digo que existe um dragão na cozinha e não há sinal de arranhões, fogo ou comida devorada então como provar que o dragão realmente esteve lá?
      1- Considerando a bíblia como certa os Ateus não estão neste grupo pois a bíblia estava afim de matar outros grupos antes da existência do Ateísmo, a bíblia está ‘A Priori’ do Ateísmo que surgiu como um efeito da era da razão e seu materialismo portanto vem ‘A Posteriori’ disto.
      “AI MAIS E OS ATEUS? ELES TÃO AI NO GRUPO!”
      Sim, mas eles infelizmente cairam neste grupo que nem todo o resto dos não católicos ortodoxos então relaxe.

      2-A bíblia é contraditória e 93% dos sites Deístas/Ateus/Agnóticos já provaram isto; repetir igual um babaca e advogar isto no ar pra mostrar como você é idiota é problema seu – mesmo sendo ótimo em uma emissora evangélica.

  3. Cure, você só se esqueceu de um fato muito importante. A Bíblia fala, sim, diretamente aos ateus, embora não use o termo “ateu”. Ela se dirige aos que “não possuem Deus”. Em algumas passagens. Então, meu texto não está incorreto. Eu não vou discutir isso, mas, se quiser, dê uma olhada no Salmo 53. Enfim, é só isso.

    • Rico, naquela época os conceitos de Deus-justifica-tudo estavam tão arraigados que não existem indícios quaisquiser de Ateus- não existia qualquer outra instituição que rivalizasse com a Igreja ou similares dela.
      É provável que esse Salmo 53 esteja adulterado ou se refira a um Deus que não Cristão. Tanto que nas fontes que tenho a palavra ‘deus’ é escrita com letra maiúscula, o que reforça a hipótese de ‘não crença num Deus cristão’.
      Enfim, não precisa responder se não quiser.

      • P.S.: Se estivesse escrita em minúscula poderia se referir a qualquer Deus, ai sim sua hipótese teria validade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s