Pensamentos aleatórios #42

Sobre a certezas, armadilhas e Deus.

 

Eu e Deus eventualmente conversamos sobre o universo , de tempos para cá sua presença para uma conversa é coisa rara.

De um ano para cá me identifiquei com o Espiritismo enquanto filosofia que tomei como minha porém, de tempos para cá vejo que me afasto cada vez do espiritismo:

Me afasto porque 90% dos espíritas que eu conheço não consegue explicar minhas dúvidas, porque 90% dos espíritas que eu conheço me recomendam a leitura dos “clássicos do espiritismo” para tirar minhas dúvidas — mas aquelas palavras só me trazem mais dúvidas.

Dia desses assisti o filme ‘Chico Xavier’, que foi baseado no filme ‘As vidas de Chico Xavier’ (que também li) e vi uma fenômeno que esperava não ver no Espiritismo: a monetarização da fé.

“Ah, mas o dinheiro foi para a FEB, que vai doar tudo aos pobres!”

Eu sei, filhote. Confio (?) na FEB, mas não concordo com essa ação de criar um filme para promover  difundir o espiritismo, não concordo com os reflexos que isso trará para os que forem ‘convertidos’ pelo filme: Um bando de pessoas que vai repetir o mantra espírita e não vai refletir segundo sequer no que significa aquilo tudo.

O problema das pessoas (da humanidade em geral?) é que muitas vezes não pensamos no que nos dizem, o que muitas vezes nos leva a aceitar algo que parece certo sem pensar no significado daquilo – mal por mal e incerteza por incerteza acabo preferindo não comprar extremo algum e tomar apenas nominalmente o Espiritismo como filosofia por causa da sua humilde tentativa de argumentar e criar uma base lógica para defender seus dogmas-  voltando ao assunto; essa não reflexão (uma armadilha terrível) acaba por levar muitas vezes a extremismos.

Dia desses ouvi meu irmão reclamando com a sua mãe (evangélica fervorosa) que ela iria passar não só o natal como o ano novo na igreja e não com ele; ouvi que a avó desse mesmo irmão chora todo o dia por causa dos atritos com a mãe do garoto. Pergunto-me porque defendemos a fé incondicional em Deus e falamos de seu ‘amor pelo ser humano’ e na ‘obra de salvação’ se não conseguimos nem mesmo discutir racionalmente.

Não quero entrar no mérito de discutir se, nesse caso, a religião é uma ‘muleta’, porque essa família está relativamente bem não só financeiramente; quero julgar a proporção monumental que a religião tomou na vida dessa mulher que coloca seu amor/temor a Deus acima da família – dessa tendência que a raça humana tem de acreditar em vida após a morte. O problema não é o que vem depois — mas o que nós negamos hoje porque é considerado pecado — porque tememos o futuro e não porque consideramos algo moralmente errado.

Quem sabe dai, da vida de privações vem a idéia da importância: Deus ama quem vai louva-lo.

“Eu me privo de parte do meu tempo não pelo prazer de ir para a igreja rezar, mas pela intenção de me fazer ver aos olhos de Deus- Ó! TO AQUI!”

Isso me leva a pensar na ação dos bispos que fazem até divisão em categorias das doações (Ouro,Prata e Bronze), naqueles que aceitam prédatado ou que pedem 10% (em alguns casos até 30%) do salário.

Quem sabe a Igreja e a Fé perderam seu papel de ‘incentivadores ao pensamento’ e ganharam papel de pay-per-view,de produto a ser vendido, de ‘rolê’ de final de semana quando a minha casa estiver muito chata, de instrumento que estimula o medo na cabeça das pessoas.

Se for para viver assim com medo, vendo o ultimo refúgio da religião sendo transformado em produto comercial, para ver a fé perdendo sua característica reflexiva para criar a figura de um líder, de um representante de Deus na terra; prefiro deixar a Igreja a deixar Fé pura e simples.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s