Pensamentos aleatórios #38

Defendendo o compartilhamento.


Troveja lá fora, está frio, estou preocupado com a surpresa que está na minha cozinha e seu futuro (que não posso vazar aqui qual a surpresa antes do dia primeiro – falarei futuramente), tudo depende desenrolar dos acontecimentos, é, nunca foi tão difícil guardar surpresas: A vontade de entar no MSN e contar é imensa, irresistível, Eu diria. CONTROLE, HOMEM!

Oras, apenas 30 horas e Você entrará no msn, triunfante e fará

Recebi ela de presente faz dois dias, numa noite antes da prova da Fuvest, ela ficava estática no chão – quem sabe me olhava? Parecia cansada, eu estaria cansado depois de viajar do fim do mundo até a minha casa – possuia uma aura que drenava nossa energia e nossos olhares, você sabe, é o que dizem.

Enfim.

Bem, tudo começa com Edison em 1877, quando o Fonógrafo é inventado e conseguimos gravar com certa fidelidade as músicas em que o consumo das músicas pode expandir e discos e mais discos começaram a ser gravados e da necessidade de ter discos desenvolvidos, distribuidos e gravados surge.

Dai surgem as gravadoras, empresas que se encarregavam de ‘cuidar’ da baderna do artista e tirar o seu dinheirinho justo dai,  nada de mais acontecia, tudo ia bem até…

Até que…. Até que golpes sucessivos e mais violentos que as machadadas de John “Jack” Torrance em “O Iluminado” acertam as maiores gravadoras (EMI, Sony,Warner e Universal) em cheio – Aleijadas, cambaleantes e longe de qualquer hospital que não o SUS e respirando por aparelhos as quatro eventuais amigas sentam a bunda para observar qual o autor da monstruosidade que afeta seu lucro exorbitante trabalho honesto, miram o monstro e atiram sem exito algum – Mesmo com uma metralhadora como a do Rambo não conseguiram dar conta da criatura assustadora e caótica que agora ameaçava falir as quatro e, quem sabe, engolir o mundo.

O monstro é  a internet. Não toda a internet, os sites de Torrent mais específicamente, sites malignos que segundo as grandes gravadoras, prejudicam os músicos – E Eu concordo! Nunca ouvi uma afirmação mais correta desde aquela história de sementes, camisetas embebidas com suor e um canto escuro geravam ratos!

“Por que estes pobres donos de gravadoras estão chiando tanto?”

Por que estes mesmos homens sabem que a coisa está feia, muito feia, só que apenas para Eles; eles foram passados para trás porque:

  • Surgiu o CD/Blue Ray/DVD/Memória Flash/SSD, que possibilita a sua gravação em qualquer computador com driver; sem ocupar imensos espaços físicos.
  • Surgiu a internet (já citada) e o Torrent (idem) que possibilitam o download de dados e sua difusão em questão de minutos (a morte de MJ ganhou a rede em 26 minutos).

Sabem que a mídia redonda esquisita (CD) está perdendo espaço, sabem que as pessoas não querem mais sair de casa para procurar o CD de sua banda favorita, querem baixar em 3 minutos e ouvir o The Cure tocando no último volume; estes caras sabem que TEM que mudar, mas compreendem que SE eles mudarem seu papel se torna desnecessário:

Quem consegue divulgar melhor que a internet? Por que um cantor contrataria um estúdio profissional se pode editar tudo no conforto do lar? Por que ter um intermediário (a gravadora, no caso) se pode-se vender direto na fonte seu produto, tornando-o mais acessível?

É, perigoso.

E ai? Qual a saída?

Uma: Invadir a internet e vender a preços módicos ($ 0,99) e manter seu lucro ou, como as quatro grandes querem, processar tudo e todos.

É o que aconteceu desde o ano passado e se extende até agora, o Pirate Bay (o mais forte ‘inimigo’ no ‘Eixo do mal’) está sendo processado; todos os seus (4) donos estão sendo multados em cerca de 7 milhões de reais pelo crime de ‘facilitar a difusão de material protegido por copyright’ – NÃO!, Mas não são os donos do Pirate Bay que upam os arquivos, nem gerenciam, eles só mantém o site online!

E dai?

E dai que os gloriosos piratas, em sua luta com os malditos dinossauros riem, gargalham frente ao processo e insistem:

Nice graphs for the law firms who don’t get the hint above:

(we used to have a nice graph here, but it’s simpler to just say: 0 torrents has been removed, and 0 torrents will ever be removed.)”

“Céus, os pobres músicos, explorados, estão processando o pessoal que compartilha suas músicas, né?”

Não, isso é o irônico.

Grupos como por Exemplo os da Holanda, o Never Shout Never e até galera do Radiohead não ligam. O Radiohead, inclusive, sem gravadora, lucrou o DOBRO com doações feitas pelos fãs, enquanto o Nevershoutnever fez fama sem gravadora, difundindo sua música pela internet. Tudo sem produtores/gravadoras que adoram alterar o estilo da banda para fazer “Vender e Estagnar”, prazos apertados, turnês com sua porcentagem reservada para a gravadora.

E os massacrados aceitaram bem a notícia e mudaram?

Não, eles, inclusive, usaram seu poder para mecher as peças e favorecer a si quando necessário.

Enfim, enquanto os dinossauros processam os amigos do TPB porque não querem mudar, seguimos (seguirei?) em frente propagando a informação e cultura, inclusive, ajude o TPB e compre esta camiseta para mim!

Ou leia um livro, se afilie ou então compartilhe.

One thought on “Pensamentos aleatórios #38

  1. Eu sou um músico (emergente, por assim dizer; um compositor de trilhas sonoras emergente) e sou totalmente a favor da internet e sua facilidade de baixar e upar músicas e afins. Afinal…por que cultura devia ser caro? Por que para você aprender você tem que pagar? Por que você não pode aprender de graça? E é exatamente isso o que a internet possibilita. O que eu sou contra, e sempre serei, é à pirataria. VOCÊ baixar para VOCÊ ouvir em seu computador, mp3, Ipod e afins é uma coisa, VOCÊ baixar aquilo e vender na rua é outra!! A isso eu sou contra, mas quanto a distribuição de conhecimento…como alguém pode ser contra isso?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s