Filme – Amadeus

Ontem eu tive o deleite imenso de ver a maravilhosa obra de arte que é o filme “Amadeus” que conta a história de Wolfgang Amadeus Mozart.

O filme já começa de uma forma espetacular com um som dramático. Trilha sonora mais que perfeita, feito por ninguém menos que Mozart.

O filme retrata, de uma forma ficcional em algumas partes, como foi a vida de Mozart. O que há de maior ficção no filme é a grande inveja de Salieri para com Mozart, pelo fato de Mozart ser um garoto com muita “merda” na cabeça e ainda assim conseguir fazer música com muito mais qualidade que ele. Mas ainda assim, o filme não deixa a desejar, é excelente, mostra bem de perto o quão louco que era Mozart. Eu meio que não acreditei quando vi o filme que Mozart era daquele jeito, ouço várias músicas de Mozart e tem sempre aquela imagem dele, séria e tal (ainda mais que há o estereótipo de que todo compositor erudito é sério e não possui nenhum senso de humor). Algo que é lindo nessa atitude de Mozart, também, é a sua maldita risada

Fiquei muito feliz ao ver que o filme mostra quando Mozart produz a grande e maravilhosa ópera Le nozze di Figaro, e fiquei estonteado ao ver que o imperador José II não admirou tal ópera, e bocejou enquanto a ópera estreava. E uma curiosidade é que na época, o tema Figaro era proibido, porque segundo José II, era algo que trazia ódio e discórdia entre a população, mas Mozart conseguiu convencer o imperador dizendo que a obra se tratava de amor e que era cômico.

O final é maravilhoso, chocante e triste. Compondo sua última obra, com Salieri ajudando-o a botar as notas na partitura, Mozart morre no meio de tal composição.

Termino dizendo que é um dos melhores filmes que já vi na minha vida, quem ainda não o viu, está perdendo e muito. Planejo ainda ver o “Minha amada Imortal”, história da 9ª sinfonia de Beethoven (uma das melhores músicas que já ouvi na minha vida).

Trilha sonora do dia:

Não podia terminar tal post senão com a maravilhosa obra inacabada (porém finalizada por seu amigo e discípulo Franz Xaver Süßmayr). Ouçam e apreciem tal obra que considero uma das melhores que já ouvi na minha vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s